segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Após audiência com ADUENF, Pezão diz que responderá demandas em uma semana

Como adiantado em nota, um grupo de professores da UENF formado pelo presidente da ADUENF, Luis Passoni, Carlos Eduardo Rezende, Nadir Francisco e Fernando Luna mantiveram uma audiência nesta segunda-feira com o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Durante esta audiência, os professores procuraram explicar ao vice-governador Pezão a importância do regime de Dedicação Exclusiva para a construção da UENF, e da necessidade urgente de se iniciar o pagamento de um adicional que recoloque os salários pagos pela instituição em condições de atrair novos docentes e manter aqueles que já se encontram trabalhando nos campi de Campos dos Goytacazes e Macaé.
  

O presidente da ADUENF, Luis Passoni, aproveitou para entregar ao vice-governador Luiz Fernando Pezão todos os documentos enviados anteriormente ao governo, de modo a deixar claro como foram calculados que estão sendo pleiteados pelos professores da UENF.


Em resposta às colocações feitas pelo presidente da ADUENF e de seus companheiros de delegação, Pezão declarou que “entendeu a importância do regime de Dedicação Exclusiva para a construção e consolidação da UENF”. Ainda nesta questão, o vice-governador declarou que compreende o elemento diferencial que a DE representa nas conquistas já alcançadas pela UENF.  Na conclusão de sua resposta, o vice-governador Pezão solicitou uma semana para responder as demandas apresentadas pela ADUENF durante a audiência. Após este prazo, uma nova reunião deverá ser realizada para que a negociação de alto nível, iniciada nesta 2ª. feira, possa ser concluída.

informe da Diretoria: ADUENF participa de audiência com o vice-governador Pezão no Palácio Guanabara



No final desta 2a. feira (23/09), o presidente da ADUENF, Luis Passoni, e um grupo de professores da UENF estão participando de uma audiência com o vice-governador do Rio de Janeiro,  Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara. Nesta audiência deverão ser tratadas as questões referentes ao pagamento do Adicional de Dedicação Exclusiva e da reposição das perdas salariais.

Durante esta audiência, o presidente da ADUENF deverá entregar documentos que já foram entregues anteriormente ao governo, onde são formalizadas as demandas dos seus associados ao vice-governador Pezão.

Mais detalhes dos resultados dessa audiência serão fornecidos assim que a delegação da ADUENF voltar a Campos com maiores informações do que transcorreu na audiência.

DIRETORIA DA ADUENF
GESTÃO 2013-2015

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Nota política da diretoria da ADUENF conclama retomada da mobilização


É HORA DE RETOMAR A OFENSIVA!

O tempo urge. Já passamos da metade de setembro e nem sinal de nenhuma mensagem do Governo do Estado à ALERJ, tratando do nosso reajuste salarial.

No começo de agosto solicitamos uma audiência ao Secretário de Ciência e Tecnologia, dia 10 do corrente, terça da semana passada, reiteramos a solicitação, ainda sem uma resposta ou previsão de data. Precisamos nos fazer ouvir e, para tal, será necessário que façamos alguma pressão. A hora de agir é agora, e está em nossas mãos a tarefa de defender o nosso direito por salários dignos.

A Diretoria da ADUENF solicita a todos que atuam ativamente para alcançar o objetivo de recompor nossas perdas salariais, sugerimos duas atividades:

1) Continuar com o abaixo assinado. Já contamos com um número muito expressivo de assinaturas de docentes, precisamos ampliar o número de apoios entre os estudantes e os técnicos. Em anexo segue o modelo do abaixo assinado, que também pode ser solicitado pelo telefone 97270.

2) Chuva de e-mails. Abaixo seguem os endereços eletrônicos dos Secretários de C&T, SEPLAG, Chefe da Casa Civil, Governador, Vice Governador e presidente da ALERJ, solicitamos a todos que enviem mensagens com o texto: 


"Os professores da UENF, que recebem os piores salários entre todas as Universidades do Brasil, e não estão em greve, esperam ansiosamente por reajuste salarial ainda este ano, sem que para isso tenham que fazer greve ou engrossar as manifestações que continuam a tumultuar o Rio de Janeiro."

sergioruy@planejamento.rj.gov.br,regis@casacivil.rj.gov.br, paulomelo@alerj.rj.gov.br, pezao@vicegovernador.rj.gov.br,documentacao@gabgovernador.rj.gov.br, gtutuca@cienciaetecnologia.rj.gov.br