Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

ADUENF emite nota esclarecimento pós-COLEX ampliado

Imagem
Este informe tem como objetivo atualizar os docentes que não puderam comparecer ontem (30/01) à reunião ampliada do Colegiado Executivo da UENF.

O Colex ampliado realizado às 16 horas do dia 30 de janeiro, teve como pontos de discussão o debate sobre um possível calendário de recuperação das aulas, a notificação de que o calendário para o repasse dos duodécimos deverá ser emitido até dia 2 de fevereiro. Também fomos informados de que o TCE impediu a continuidade do edital de licitação para serviços de vigilância. Por último, foi informado de que a UENF junto com a UERJ possuem pendências junto a União que impossibilitam repasse de verbas impactando, por exemplo, o PROAP.

Observamos que nossos salários seguem atrasados e que não há perspectiva para o pagamento do décimo terceiro de 2017.

Sobre os esclarecimentos da ADUENF em relação às férias coletivas, segue em abaixo a CI 086/2017. Lê-se neste documento que “ficou estabelecido que os servidores da Universidade deverão gozar as féria…

Roberto Mangabeira Unger faz declaração pública de apoio à UENF

Imagem
O professor Roberto Mangabeira Unger, filósofo e teórico social brasileiro que atualmente está ligado à Harvard University, e que foi duas vezes foi ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República do Brasil, faz declaração pública em defesa da Uenf e dá as razões para que ela seja veementemente defendida.
A ADUENF saúda a declaração do eminente professor e recomenda que este vídeo seja assistido para que possamos entender as profundas reflexões que Mangabeira Unger nos oferece.

ADUENF convoca assembleia docente para discutir situação da greve

Imagem
O Comando de Greve da Associação de Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (ADUENF) está convocando os professores para uma assembleia geral após o encerramento das férias coletivas determinadas unilateralmente pela reitoria da instituição.

O principal ponto da pauta se refere aos próximos passos da luta a partir da avaliação   da greve iniciada em Agosto de 2017 como resposta aos atrasos crônicos no pagamento de salários.


ADUENF envia correspondência ao governador Luiz Fernando Pezão cobrando providências

Imagem
O Comando de Greve da Associação de Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (ADUENF) enviou um ofício ao governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, cobrando providências para que seja possível viabilizar o retorno imediato das aulas na UENF.  Uma cópia também foi enviada ao reitor da UENF, Luís Passoni ( ver abaixo).

O objetivo do envio desse ofício é de que com uma resposta formal do governo do Rio de Janeiro seja realizada uma assembleia dos professores logo após o encerramento das férias coletivas que foram determinadas pela reitoria da UENF.

O Espírito de Córdoba - Informe direto do Congresso do ANDES em Salvador

Imagem
Creio que se tivemos uma vitória no meio de uma das piores crises de nossa Universidade. Esta vitória foi não apenas a recusa do que o Governo do Rio de Janeiro pretendia impor, trabalho em ensino, pesquisa e extensão sem pagamento de salários. Esta vitória foi sobretudo a compreensão do coletivos dos professores sobre a necessidade de defesa do que faz da UENF um modelo a ser seguido. Isto não deve ser esquecido! Conversando com professores de Universidades Estaduais, Federais e Municipais do Brasil todo, posso assegurar que defender a UENF é defender um modelo que assegure a dedicação exclusiva docente, a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, os investimentos em recursos para ciência e tecnologia.

Na Paraíba o governador vem descumprindo o que está assegurado na lei de autonomia, alterando as regras de repasse para a UEPB. No Rio Grande do Norte os professores estão em greve há 70 dias. Na UEMG em Minas Gerais, os salários estão parcelados. E quanto as Federais o ME…

Presidente da ADUENF faz comunicado público sobre rumos da luta em 2018

Imagem
Como divulgado em nota no dia 12 de janeiro, ao fim das férias coletivas a ADUENF realizará sua Assembleia docente, cumprindo as decisões votadas nas assembleias anteriores. Neste momento gostaria de afirmar a centralidade da luta ao longo do ano de 2017. Luta travada dentro e fora da Universidade.

Dentro, possibilitando um debate contínuo sobre Ensino Superior, Ciência, Tecnologia, financiamento entre outros temas presentes ao longo das atividades realizadas pela ADUENF. Fora, marcamos presença em todas as frentes de defesa da Universidade, nas negociações junto ao governo e na defesa intransigente dos direitos de nossos professores e da UENF. Tivemos êxito em nosso processo de resistência. Não há dúvida quanto a isto.

Temos pela frente um ano eleitoral. Ao mesmo tempo, a forma como a PEC foi aprovada, em 3 parcelas (a autonomia plena virá em 2020), insere elementos novos e desafiadores no cotidiano da Universidade. Neste quesito há que aguardar os próximos meses antes de qualquer com…

ADUENF emite nota pública sobre movimento de greve e início das aulas

Imagem
NOTA PÚBLICA DA ADUENF A RESPEITO DA GREVE E INÍCIO DAS AULAS

Buscando dirimir especulações e informações inverídicas, a Associação de Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (ADUENF) vem a público trazer alguns esclarecimentos sobre a presente greve e a perspectiva de um retorno às aulas.

Em 27/09/17, última assembleia em que a greve foi objeto de pauta, os professores por ampla maioria decidiram pela permanência em greve até que todos (i) os salários devidos fossem quitados ou (ii) houvesse a divulgação de um calendário de pagamentos oficial por parte do governo estadual. A assembleia, também por ampla maioria (45 a 15 dos presentes), também apresentou a (iii) exigência do restabelecimento das condições de trabalho no campus, com garantias mínimas de segurança e limpeza para que a comunidade acadêmica possa desenvolver suas atividades normais e dar continuidade a um trabalho de que tem sido reconhecido como de excelência por diversas instâncias avaliadoras. Nesse ínterim…