Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

ADUENF convoca assembleia para decidir sobre reinício ou não das aulas

Imagem
CO N V O C A Ç Ã O DIA: 03/08/2017, QUINTA-FEIRA HORA: 16:00H LOCAL: AUDITÓRIO 2 DO P5
ASSEMBLÉIA

- PAUTAS:  Informes  Reinício ou não das atividades acadêmicas 

Contamos com a presença de todos (as) !

Saudações de luta !

DIRETORIA DA ADUENF Gestão Resistência & Luta

ADUENF convoca todos para a resistência contra o projeto de destruição do governo do Rio de Janeiro

Imagem
Às vésperas do seu 24o. aniversário, a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) corre sério perigo de ser inviabilizada por uma política deliberada de destruição por parte do governo liderado pelo Sr. Luiz Fernando Pezão.

É que além de quase 4 meses de salários e bolsas em atraso, a Uenf continua sem qualquer verba de custeio. Essa ação do parte do governo do Rio de Janeiro tem como objetivo deliberado causar apatia frente a um processo que visa claramente privatizar uma das melhores universidades públicas brasileiras.

Mas é preciso que se frise que esse processo de precarização do ensino superior público fluminense não se retringe à Uenf, atingindo também a Uerj e a Uezo, como a rede de escolas técnicas da Faetec.

A diretoria da Aduenf entende que é preciso reagir a este processo de desintegração das universidades estaduais e das escolas técnicas públicas do Rio de Janeiro, e convoca todos a se unirem na defesa desse patrimônio que pertence à todo o povo do Rio de Janeiro.

Abaixo…

Em defesa do sistema nacional de pós-graduação, pesquisadores fazem abraço simbólico da Capes

Imagem
Na manhã desta 5a. feira (27/07), um grupo formado por cerca de 300 pesquisadores de todas as partes do Brasil realizou uma abraço simbólico no edíficio sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em Brasília ( ver imagens abaixo).


Esta manifestação é especialmente significativa porque ocorreu num momento em que boa parte dos comitês assessores da Capes realizam o processo de avaliação do sistema nacional de pós-graduação, os quais estão diretamente ameaçados pelos contínuos e profundos cortes que estão sendo realizados  no orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.


O fato é que  somente entre 2015 e 2017, a Capes perdeu em torno de R$ 3 bilhões no seu orçamento e estão previstos apenas para 2018 cerca de R$ 4,2 bilhões, o que significa um encolhimento de R$ 2,8 bilhões em relação a 2015.

Com isso tudo, o que está em jogo é o futuro dos programas de mestrado e doutorado formados a duras penas em todo o território nacional e, …

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro

Imagem
Num momento em que mais de 200 mil servidores ainda aguardam o pagamento dos salários, aposentadorias e pensões referentes ao meses de Maio e Junho e do 13o. salário de 2016, o governador Luiz Fernando Pezão e o secretário estadual de Fazenda, Gustavo Barbosa, passam férias, o primeiro num spa 5 estrelas no distrito e o segundo nos Estados Unidos da América.

Para completar esse quadro de descaso, os servidores que têm procurado apoio no judiciário tem recebido como resposta dos juízes que os atrasos no pagamento são "mero aborrecimento".

Em função dessa situação vexaminosa, os servidores sem salários de diversas secretarias estaduais realizam na tarde desta 4a. feira uma manifestação na porta do Fórum de Justiça do Rio de Janeiro para denunciar a situação de abandono em que estão imersos, e para afirmar que todos os problemas que estão enfrentando não são "mero aborrecimento".

A Associação de Docentes da Uenf está presente neste momento e apoia a luta de todos os serv…

Presidente da ADUENF publica artigo sobre atrasos salariais como "política para deixar" do governo do Rio de Janeiro

Imagem
Deixar morrer como política de governo: os aposentados e servidores do Rio de Janeiro como um mero aborrecimento
Por Luciane Silva*

“os atrasos não configuram vexame, sofrimento ou humilhação, não interferem no psicológico dos servidores. O simples descumprimento de dever legal ou contratual, por caracterizar, mero aborrecimento, em princípio não configura dano moral, salvo se da infração advém circunstância que atenta contra a dignidade da parte”. Sentença judicial sobre ação individual por não recebimento de salário, Rio de Janeiro, 2016/2017
“o direito, a paz, as leis nasceram no sangue e na lama das batalhas” Michel Foucault, Em defesa da sociedade, 1999
Dona Maria fez uso da palavra por volta das 10:30 da manhã do dia 10 de julho, na avenida Presidente Vargas, cercada por policiais militares armados com fuzis. Uma população de aproximadamente 150 pessoas, em sua grande maioria, servidores públicos, acompanharam sua declaração. Com sua cesta de amendoins, contou-nos sobre o que tem vivi…

Servidores sem salários convocam ato de protesto no Tribunal de Justiça

Imagem
Em uma série de decisões contrárias a servidores que procuram a justiça fluminense para poder receber salários atrasados, a situação a que milhares de famílias estão sendo submetidas pelo governo do Rio de Janeiro foi caracterizada por diversos juízes como "mero aborrecimento".

Como de "mero aborrecimento" essa situação vergonhosa não tem nada, os sindicatos e associações que representam os servidores da Secretaria Estadual de Ciência Tecnologia e associações de aposentados e pensionistas do RioPrevidência decidiram organizar um ato de protesto em frente do Tribunal de Justiça na cidade do Rio de Janeiro (ver convocação abaixo).



A diretoria da ADUENF convoca a todos os associados para que partcipem desta atividade cujo objetivo é denunciar a injustiça gritante que está sendo cometida pelo governo Pezão ao quebrar a isonomia no pagamento dos salários e discriminando os servidores do sistema de ciência e tecnologia e os aposentados.

Ficam sem receber salários nunca será…

Site "Viomundo" publica entrevista sobre crise do Rio de Janeiro e seus impactos sobre as universidades estaduais

Imagem
Governo do Rio não cobra dívida da Nextel, Carrefour e Light, mas deixa universidades à míngua; corte de luz e água pode detonar equipamentos caros


por Luiz Carlos Azenha As universidades públicas do Rio de Janeiro enfrentam, conjuntamente, talvez a maior de todas as crises. Salários atrasados, estrutura física dilapidada, alunos que desistem ou entram em depressão com a penúria. E, no entanto, elas foram concebidas para diminuir as terríveis desigualdades sociais das regiões em que se encontram, notadamente a Universidade Estadual do Norte Fluminense e o Centro Universitário da Zona Oeste. São pioneiras das cotas raciais e sociais, quesito no qual deram aula à elitista Universidade “Bandeirante” de São Paulo (USP) — eu me sinto à vontade para falar, já que me formei nela. Obviamente, a crise das três instituições não existe no vácuo. O Rio de Janeiro enfrenta uma gravíssima crise financeira, resultado de uma combinação de gastos desnecessários, renúncia fiscal, incúria administrativa e pu…

Brasil 247 publica matéria denunciando abandono da Uenf pelo governo do Rio de Janeiro

Imagem
Rio também abandona Universidade Estadual do Norte Fluminense


O abandono de universidades estaduais no Rio se alastra pelo interior do estado; na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) o caos tomou conta da instituição; técnicos-administrativos recebendo doações de alimentos, três meses de salários atrasados prestes a levar ao endividamento com despesas pessoais e até a problemas psicológicos; esse é a difícil situação de funcionários da instituição, relata o professor associado Alessandro Coutinho Ramos, do Centro de Biociências e Biotecnologia (CBB); "O Rio de Janeiro esqueceu da UENF e o Brasil também! Não sabemos o que mais fazer e estamos impotentes perante a esse caos em nossa vida pessoal e profissional"
Rio 247- O abandono de universidades estaduais no Rio em consequência da crise econômica também pode ser visto no interior do estado. Na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), salários atrasados, servidores recebendo até …

Site "Viomundo" publica denúncia do vice-presidente da ADUENF sobre a situação da UENF

Imagem
Professor denuncia a dramática situação da universidade que leva o nome de Darcy Ribeiro
por Alessandro Coutinho Ramos* Sou professor associado na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro em Campos dos Goytacazes. A UENF foi idealizada pelo Senador Darcy Ribeiro num projeto inovador da chamada “Universidade do Terceiro Milênio” . Nesta universidade, eu e muitos colegas, tivemos  oportunidades que definiram o nosso futuro. No meu caso, tive a  oportunidade de estudar e viver no exterior, realizando meu doutorado sanduíche e depois o Pós-doutorado, para posteriormente voltar ao Brasil como um profissional diferenciado. Estamos vivendo o pior momento das nossas vidas com três meses de salários integrais atrasados e o décimo terceiro de 2016. A Universidade está sem os repasses aprovados em orçamento desde 2015 e com isso sem seguranças e com serviços de água e luz sob liminares. Na UENF ainda temos alunos com bolsas em atraso e ainda convivemos com a falta de repasses do govern…

ADUENF convoca para atos na Secretaria de Fazenda para exigir pagamento de salários atrasados

Imagem
A ADUENF marcará presença simultânea nos dois atos de mobilização pela regularização dos salários dos servidores. A nossa entidade faz parte da organização dos atos em conjunto com outros movimentos e associações sindicais no Rio de Janeiro e em Campos dos Goytacazes. A ADUENF está articulada com o Sintuperj-UENF, DCE-UENF e APG-UENF que juntos atuam na defesa dos direitos dos servidores e pela defesa da nossa UENF.


Participem dos atos, sua presença é fundamental. Juntos somos mais fortes!
DIRETORIA DA ADUENF Gestão Resistência & Luta

A UENF amanheceu de luto e na luta!

Imagem
.
Dezenas de cruzes foram fincadas em frente ao Centro de Convenções. Uma faixa de cor preta, com o dizer#AUenfnãopodepararestá visível no local. A Uenf vive um caos e acumula uma dívida de mais de R$ 20 milhões.
Segundo Marcos Pedlowski, membro da diretoria da Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Aduenf), trata-se de um protesto diante da possível vinda do secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, Pedro Fernandes, o qual não comparecerá e enviou a nova Presidente da FAPERJ no seu lugar.

Manifestação unificada UENF e FAETEC mostra o caminho para derrotar o projeto de destruição do governo Pezão

Imagem
Servidores da UENF e da FAETEC estiveram nas ruas de Campos dos Goytacazes nesta 4a. feira para prorestar contra o descaso com que o governo do Rio de Janeiro vem tratando o ensino público superior e técnico do Rio de Janeiro, e especialmente seus servidores que ainda não receberam os salários de Abril!.

A diretoria da ADUENF apoia esta mobilização por entender que este é único caminho para mobilizar não apenas as comunidades internas das instituições de ensino, mas principalmente a população e a juventude que dependem delas para alcançar melhores oportunidades.

Resistir a este projeto de desmanche do ensino público é uma tarefa de todos. Apoia a luta dos servidores da UENF e da FAETEC!



DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

Especial Educação: UENF, patrimônio do povo do norte fluminense abandonado pelo governo do Estado

Imagem
A Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) é uma universidade pública estadual, sediada em Campos dos Goytacazes, inaugurada durante o governo de Leonel Brizola, com a assistência de Darcy Ribeiro. É a primeira universidade brasileira a possuir 100% de professores doutores e, em 2012, foi reconhecida pelo Ministério da Educação como a melhor universidade do estado do Rio de Janeiro e a 11ª no país no Índice Geral de Cursos (IGC) de 2011. A Universidade também  foi considerada a melhor universidade fluminense pelo resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), onde ocupa a 6ª colocação entre todas as Universidades do país. Hoje, mesmo com todos esses números, a UENF luta para sobreviver e quem tem garantido seu funcionamento são os trabalhadores. Mais uma vítima da crise generalizada que vive o Rio de Janeiro, a universidade é mantida pelo esforço de professores, estudantes e técnicos-administrativos que se superam para evitar o que seria o fecham…

ADUENF promove campanha de recolhimento de agasalhos

Imagem