Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

ASSEMBLÉIA COMUNITÁRIA PARA UNIFICAR A LUTA NA UENF

Imagem
ASSEMBLÉIA COMUNITÁRIADIA: 01/12/2010 – QUARTA-FEIRAHORA: 10:00 LOCAL: QUADRA DO CCHPAUTA. INFORMES. SITUAÇÃO DA UENF

ADUENF espera resposta do governo Cabral

Imagem
A diretoria da ADUENF encontra-se agora em compasso de espera por uma resposta formal às demandas enviadas no dia 24.11.2010 como fruto da assembléia geral realizada naquele mesmo dia. A posição majoritária foi de dar um prazo adicional de 10 dias para que o Secretário Alexandre Cardoso pudesse se encontrar com o governador Sérgio Cabral para formalizar as respostas do governo do Rio de Janeiro às demandas salariais existentes na UENF. Agora o que se espera é que o Secretário Alexandre Cardoso use bem o prazo que lhe foi dado, a seu próprio pedido, para produzir respostas que evitem o agravamento das tensões existentes na UENF neste momento. Do contrário, a volta da greve será inevitável, já a partir da próxima segunda-feira (06/12). Aliás, a única forma de se impedir esta greve será a apresentação de compromissos formais por parte do governo do estado. Do contrário, os professores já definiram na assembléia do dia 24.11.2010 pela volta à greve, não estando prevista sequer a realização …

O movimento dos estudantes na UENF faz parte da luta coletiva para salvar a instituição

Imagem
A diretoria da ADUENF tem total concordância com as preocupações dos estudantes em termos da qualidade do ensino que está sendo oferecido na UENF. E para isto estará acompanhando de perto os possíveis problemas que sejam causados pela decisão de dar mais 10 dias para o governo Cabral apresentar uma solução para a grave crise que abala a instituição neste momento. E esta crise não é apenas salarial, mas principalmente orçamentária na medida em que as atividades fim da instituição (i.e., ensino, pesquisa e extensão) estão recebendo um orçamento cada vez menor, o que certamente impacta qualidade da formação que está sendo oferecida ao seu corpo discente. Finalmente, cabe ao secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, persuadir o governador Cabral não apenas a recompor os salários sendo praticados na UENF, mas também aprovar o orçamento proposto pelo Conselho Universitário para 2011. Sem essas soluções, a crise certamente se agravará no próximo ano.

Uenf: professores voltam ao trabalho até 5 de dezembro

Imagem
A Uenf está funcionando, mas com os professores em estado de greve Em uma assembléia realizada na manhã de ontem na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), os professores da Associação dos Docentes da instituição (Aduenf) decidiram retornar às atividades em estado de greve até cinco de dezembro, prazo do secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, para apresentar as reivindicações ao governador Sérgio Cabral. Se não houver acordo, os docentes podem entrar greve por tempo indeterminado.Segundo o presidente da Aduenf, Marcos Pedlowski, um ofício foi enviado ontem a Alexandre Cardoso com as reivindicações, entre elas o reajuste de 22% do salário-base do corpo docente, retroativo à data do concedido ao pessoal técnico-administrativo, promovendo, segundo ele, a isonomia prevista no Plano de Cargo e Vencimentos em vigência. “Pleiteamos também a implementação, a partir do dia primeiro de novembro deste ano, da Bolsa por Dedicação Exclusiva, no percentual de 55%…

Alunos mobilizados e governo indisposto a negociar

Imagem

Alunos fazem protesto na Uenf em apoio a docentes

Imagem
Os alunos tentaram impedir a entrada de professores nos prédios Cláudia dos Santos e Telmo Filho Em apoio à paralisação de 24 horas de professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), alunos da instituição fizeram uma manifestação na manhã de ontem, na entrada principal do campus. Eles aproveitaram para reivindicar o término das obras do restaurante para servir o “bandejão” e o aumento do valor das bolsas. Também ontem, após reunião com o secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, o presidente da Associação dos Docentes da Uenf (Aduenf), Marcos Pedlowsky, reclamou do que considera “intransigência” por parte do governo do Estado e disse haver grandes chances de retorno à greve por tempo indeterminado.Segundo o universitário David Wigg, do Diretório Central, em assembléia na noite da última segunda-feira (22), os estudantes votaram pelo apoio aos professores. “Acreditamos que nos unindo, ajudamos aos professores no processo de aceleração da reposiçã…

UENF paralisada para acompanhar negociação entre ADUENF e a SECT

Imagem

Alexandre Cardoso chama ADUENF para reunião na 3a. feira

O Secretário de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Alexandre Cardoso, ligou para a diretoria da ADUENF na última 5a. feira para convidar o presidente da Aduenf, Prof. Marcos Pedlowski, para uma reunião nas dependências da SECT na 3a. feira (23/11) a partir das 15:30 h. O outro participante da reunião deverá ser o reitor da UENF, Prof. Almy Junior. O único ponto da pauta da reunião deverá ser a situação salarial dos professores da UENF, segundo o que foi apontado na mensagem eletrônica enviada pelo secretário ao presidente da ADUENF. Este é sem dúvida um passo importante, visto que em quase quatro anos de governo Cabral esta é a primeira vez que o secretário Alexandre Cardoso irá se encontrar com representantes da ADUENF, apesar das inúmeras correspondências que foram enviadas solicitando um encontro para discutir os mecanismos de reposição salarial. Apesar de considerar este um passo importante na solução dos probemas afligindo a UENF neste momento, a diretoria resolveu manter …

O governo Cabral precisa honrar seu compromisso com os docentes da UENF

As negociações de alto nível com o Governo do Estado, visando reverter a crise que se abateu na UENF com o esvaziamento salarial de seus docentes, chegaram ao fim com o término do calendário eleitoral: eleito em primeiro turno por larga margem, o Governador parece se sentir desobrigado de resolver o problema de uma categoria pequena, olhando-se do ponto de vista exclusivamente quantitativo de uma instituição interiorana, não obstante ser ela a 15ª melhor universidade do país. Se o problema não foi gerado pela simples volta ao cargo do mesmo Secretário de Ciência e Tecnologia, que anteriormente havia se negado até a nos receber – em contraste com o empenho do Secretário Interino, Prof. Luiz Edmundo Horta, que até a uma reunião do Conselho Universitário da UENF compareceu na tentativa de mediar o conflito –, então, estamos diante de uma crise que em nada abrilhantará a fácil reeleição do Governador Sérgio Cabral. Infelizmente, a probabilidade maior é mesmo essa, vide o silêncio do titul…

ADUENF ENVIO NOVO OFÍCIO AOS SECRETÁRIOS DA SEPLAG E DA SECT

Imagem

DOCENTES DÃO MAIS UMA OPORTUNIDADE AO GOVERNO CABRAL PARA IMPEDIR A RETOMADA DA GREVE NA UENF

Os docentes da UENF reunidos na tarde desta 4a. feira (10/11) estabeleceram a data limite de 22 de Novembro para que a SECT e a SEPLAG apresentem o índice de reposição de perdas que deverá corrigir os seus salários, que se encontram hoje com uma perda média de 90% em função da inflação acumulada desde 1999. A disposição de retornar imediatamente à greve ficou patente em diversas manifestações feitas ao longo da assembléia, mas acabou prevalecendo a posição da diretoria da ADUENF de dar mais uma oportunidade ao governo Cabral para que este apresente uma solução para a grave crise salarial que hoje causa a evasão de professores. Dados geradas pela própria reitoria da UENF mostram que apenas nos últimos 3 anos, cerca de 20% dos docentes da instituição abandonaram a instituição atraídos pelos melhores salários pagos sendo pagos principalmente pelas universidades federais. O que se espera é que até o dia 22 de Novembro o governo Cabral cumpra o compromisso assumido com os professores da UEN…

ASSEMBLÉIA PARA DECIDIR O FUTURO DA CAMPANHA SALARIAL DOS DOCENTES

Em face da ausência de respostas por parte do governo Cabral acerca das negociações em torno da reposição salarial, a diretoria da ADUENF decidiu convocar uma nova assembléia para decidir as medidas a serem adotadas para conseguir o reinício imediato das negociações. DIA: 10/11/2010 - QUARTA-FEIRA HORA: 17:00 LOCAL: SALA 206 DO CCT PAUTA:INFORMES. DESDOBRAMENTO DA CAMPANHA SALARIAL.

DIRETORIA DA ADUENF CONTINUA AGUARDANDO A RESPOSTA DO GOVERNO

A diretoria da Aduenf continua aguardando o contato da SECT e da SEPLAG para a próxima rodada de negociações em torno da pauta salarial dos servidores da UENF. É bom lembrar que a diretoria da Aduenf propôs e os seus associados aceitaram suspender o movimento de greve iniciado em 18 de Agosto de 2010 após o compromisso firmado pelos secretários da SECT e da SEPLAG de negociar com os sindicatos da UENF após o encerramento do processo eleitoral. Agora, passadas eleições, o governo Cabral está num inexplicável silêncio que levanta dúvidas razóaveis sobre a sua real disposição de chegar a um acordo que impeça a erupção de um novo processo de greve na instituição. Para avaliar os próximos da Campanha Salarial, a diretoria da Aduenf se reuniu nesta 5a. feira e decidiu pela realização de uma assembléia docente no dia 11 de Novembro. Até lá se espera que haja o contato do governo.

ADUENF envia ofícío a secretários da SECT e da SEPLAG

Imagem
A diretoria da ADUENF encaminhou no dia de hoje ofício aos secretários da SECT e da SEPLAG solicitando a marcação de nova audiência para continuar as negociações salariais acordadas para encerrar a greve iniciada em 18 de Agosto de 2010. Agora resta esperar que os secretários agendem esta audiência de forma imediata. Caso contrário, a diretoria da ADUENF terá de se dirigir aos seus associados para decidir os próximos passos da campanha salarial. O que se espera é que o governo Cabral honre seu compromisso de negociar com os servidores da UENF. Caso contrário, as repercussões sobre a normalidade institucional poderão ser muito negativas.