Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

ADUENF requer abertura de sindicância para apurar denúncia de assédio na UENF

Imagem
A diretoria da ADUENF enviou na manhã de ontem (26/03) um ofício ao reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, Prof. Luís Passoni, para exigir a instauração de uma sindicância que apure a denúncia feita pelo Coletivo Mulheres Uenfianas de casos de assédio moral e sexual contra estudantes (ver abaixo).


A diretoria da ADUENF reiterou ainda a necessidade de proteger os estudantes que tenham sido vítimas de tais atos de eventuais perseguições e represálias, bem como de que seja observada a presunção de inocência e o amplo direito de defesa dos acusados.

DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

ADUENF lança campanha "Pezão pague a PEC 47 já"

Imagem
A diretoria da AssociAção de Docentes da Uenf (ADUENF) participou da campanha política em prol da aprovação do Projeto de Emenda Constitucional No. 47  (PEC 47) por entender que este seria um passo positivo no sentido de assegurar o devido financiamento da universidade.  

A posição da diretoria da ADUENF de que a implementação da PEC 47 fosse de 100% do orçamento aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) já em 2018 não foi vencedora, prevalecendo a implementação escalonada de 25%, 50% e 100% entre 2018 e 2020.

Infelizmente já chegando na metade do mês de março, o governador Luiz Fernando Pezão não começou a aplicar a determinação constitucional que foi gerada pela aprovação escalonada da PEC 47. Como resultado disso, a Uenf continua sendo asfixiada financeiramente já que o repasse orçamentário ainda não ocorreu. Esta situação compromete totalmente a capacidade da instituição de realizar de forma correta suas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Em função dessa …

ADUENF divulga nota sobre intervenção do governo Temer no Rio de Janeiro

Imagem
NOTA DE REPÚDIO À INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO DE JANEIRO

A ADUENF tem acompanhado com preocupação as notícias e denúncias relacionadas à intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro. A despeito das alegações tomadas em reação aos problemas de segurança pública na Capital, o espetáculo midiático da ocupação militar das favelas cariocas busca desviar a atenção de uma outra realidade: o fracasso da contrarreforma da previdência de Michel Temer e a falência e desmoralização dos três níveis de governo – federal, estadual e municipal. Os dois últimos – que se nomeiem os responsáveis– representados pelas figuras do governador Pezão e do prefeito Crivella.
O emprego das Forças Armadas na capital do Estado tem sido realizado desde a ECO-92, passando pela ocupação do Complexo da Maré e do Alemão, e em todas essas situações se revelou uma falsa solução para o sério e real problema da violência. Ao contrário, é uma estratégia autoritária que tem se revelado tanto ineficaz no combate à criminalida…

ADUENF terá sessão de cinema para celebrar Dia Internacional da Mulher

Imagem
O "Dia Internacional da Mulher" que é celebrado no dia 08 de março será celebrado com uma sessão de cinema pela ADUENF.

O filme escolhido para a sessão foi o "Estrelas além do tempo" cujo enredo está centrado na história um grupo de mulheres negras que foi fundamental para o avanço tecnológico que permitiu a ida do primeiro americano ao espaço, atuando como “computadores”, responsáveis pelos complicados cálculos matemáticos envolvidos na missão. 
O longa-metragem dirigido por Theodore Melfi é baseado num livro de não-ficção de Margot Lee Shetterly, que foi lançado em setembro de 2016 nos Estados Unidos. Estrelas Além do Tempo foca na história de três dessas mulheres: Katharine Johnson (Taraji P. Henson), que fez os cálculos de reentrada da cápsula espacial levando o astronauta John Glenn, Dorothy Vaughan (Octavia Spencer), uma das únicas supervisoras negras da agência, e Mary Jackson (Janelle Monáe), a primeira engenheira negra da Nasa.


A entrada na sessão será gra…