Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011
Imagem
DIRETORIA DA ADUENF APRESENTA RELATO SOBRE A AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA NA ALERJ EM 15 DE JUNHO


A Comissão de Educação da Alerj realizou  na quarta-feira, 15/6, uma audiência pública para discutir a autonomia das instituições públicas de ensino superior do estado e a isonomia de direitos entres seus trabalhadores.
O evento formou parte da programação do Dia Nacional em Defesa das Instituições Públicas Estaduais de Ensino e foi articulado junto ao presidente da Comissão pelo Fórum das Entidades Sindicais e Estudantis das Instituições de Ensino Superior Públicas Fluminenses, do qual participam, além da Asduerj, do Sintuperj, da Aduenf, da Aduezo, da Proactuezo e da Associação dos Servidores do Cecierj, os DCEs da Uerj, Uenf e Uezo
A ADUENF se fez representar pela sua diretoria e no uso da palavra o presidente lembrou a importância do dia e da luta que os professores estaduais da Bahia, do ensino médio do RJ e os bombeiros do RJ estavam desenvolvendo, prestando uma homenagem para todos na …
Imagem
Dia Nacional de Luta em Defesa das Universidades Públicas Estaduais:  em debate o ensino superior no Estado




Além dos trabalhadores e estudantes, dirigentes universitários  participaram da audiência

O Rio de Janeiro é o terceiro estado que menos investe em ensino superior no país. A denúncia foi feita pelo  presidente da Seção Sindical do Andes-SN da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Aduenf), professor Raul Ernesto Palacio, durante a audiência pública realizada pela Comissão Permanente de Educação da Alerj na última quarta-feira, 15/6.



A audiência foi articulada junto à Comissão pelo Fórum das Entidades Sindicais e Estudantis das Instituições Públicas Fluminenses de Ensino Superior e marcou, no Rio de Janeiro, o Dia Nacional em Defesa das Universidades Públicas Estaduais.



O evento reuniu, além das representações de trabalhadores e estudantes, reitores e administradores da Uenf, da Uezo, do Cecierj e da Faetec. Único dirigente ausente do debate, o Reitor da Uerj, Ricardo Vieiralves…
Imagem
STF pode garantir reajustes anuais ao funcionalismo


O STF iniciou nesta quinta (9) o julgamento de uma ação que pode resultar na garantia de reajustes anuais para servidores federais, estaduais e municipais.

Relator do processo, o ministro Marco Aurélio Mello reconheceu o direito do funcionalismo à reposição das perdas impostas pela inflação.

Disse que a correção monetária anual dos contracheques dos servidores públicos está prevista no inciso 10o do artigo 37 da Constituição.

A despeito disso, realçou o ministro, estabeleceu-se um “círculo vicioso” nas esferas “federal, estadual e municipal”.

No dizer do ministro, os governantes mantêm “os olhos fechados” para o texto constitucional, descumprindo-o.

A ação é movida por servidores públicos de São Paulo. Está submetida, porém, ao princípio da “repercussão geral”.

Significa dizer que a decisão do Supremo valerá para todos os servidores do país, inclusive os do Poder Judiciário. Coisa de 10 milhões de pessoas.

O julgamento não foi concl…
DIRETORIA DA ADUENF CONVOCA PARA AUDIÊNCIA NA ALERJ!


A diretoria de associação vem realizando esforços para mantermos nossa mobilização em defesa da carreira docente da UENF, assim como de nossa Instituição. No mês de maio foram realizadas reuniões do fórum composta das três instituições de ensino superior do estado do Rio de Janeiro - UERJ, UENF e UEZO. Neste fórum estão sendo discutidas as propostas para a implementação da remuneração do regime de dedicação exclusiva dentre outros pontos de pauta.
Em nossa última reunião decidiu-se por uma mobilização no dia 15 de junho na ALERJ, data em que será realizada uma audiência pública sobre a educação superior no estado. 
Estaremos preparando uma caravana para este dia onde serão feitas diversas atividades junto aos deputados estaduais, contamos com a participação efetiva de toda a comunidade docente, estaremos disponibilizando transporte para o Rio, os interessados, favor entrar em contato com a secretaria da ADUENF por e-mail (aduenf@uenf.b…
COMUNICADO DA DIRETORIA DA ADUENF



A diretoria da ADUENF vem a público realizar os seguintes esclarecimentos:


1- A ADUENF manifesta seu integral apoio às reivindicações dos bombeiros do estado do Rio de Janeiro. A corporação de bombeiros do Rio de Janeiro é a mais antiga do país e também a que percebe os menores salários e auxílios. O salário inicial de um bombeiro militar carioca, hoje, é de míseros R$950,00. A diretoria da ADUENF vem a público solicitar o apoio de todos os seus associados ao justo movimento dos Bombeiros.

2- A diretoria da ADUENF se une aos representantes das Associações de Docentes das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior, presentes ao VII Encontro do Setor, promovido pelo ANDES-SN, e insta ao governador do estado da Bahia, Sr. Jacques Wagner, a revogar o Decreto 12.583/11 que ataca a autonomia universitária e fere o Estatuto do Magistério Superior (Lei 8352/2002); a retirar a cláusula no Termo de Acordo Salarial que congela os salários por quatro ano…
Imagem
PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ENTRAM EM GREVE NO RIO


Os profissionais de Educação, em estado de greve desde o dia 5 de maio, acabam de deflagrar uma greve por tempo indeterminado na rede estadual a partir de hoje, 7 de junho. Em assembléia lotada no Clube Municipal os professores e funcionários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado já que o Governo Sérgio Cabral não avançou com as negociações, assim como o fez com os Bombeiros. Nos dias 4 e 5 de maio, os profissionais já tinham feito uma greve de advertência de 48 horas.
A greve foi deflagrada para exigir reajuste salarial de 26%, Incorporação já das parcelas do “nova-escola” e contra o plano de metas. Outra questão de grande importância, fundamental para a unidade dos trabalhadores, foi a votação em relação aos Bombeiros – foi aprovado: Total apoio à luta dos Bombeiros pela imediata libertação dos presos; Atividade unificada na Orla do Rio, domingo. Além disso, a categoria passou a “sacolinha”, um símbolo de solidariedade entre…
Imagem
ADUFF – MOÇÃO DE APOIO À LUTA DOS BOMBEIROS EM GREVE NO RIO DE JANEIRO

“Primeiro levaram os negros, mas não importei com isso. Eu não era negro. Em seguida levaram alguns operários, mas não me importei com isso. Eu também não era operário. Depois prenderam os miseráveis. Mas não me importei com isso porque eu não sou miserável. Depois agarraram uns desempregados, mas como tenho emprego também não me importei. Agora estão me levando, mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo… (Bertold Brecht)
Durante a última semana presenciamos mais um ataque do governo fascista de Sérgio Cabral aos trabalhadores do Rio de Janeiro. Como já tem sido costume nas manifestações recentes – como a dos moradores do Morro do Bumba ou de professores em frente à ALERJ –, o governo Cabral mais uma vez criminalizou uma mobilização social. Agora foram os bombeiros de nosso estado que foram humilhados por exercerem o direito de protestar. A corporação de bombeiros do Rio de Janeiro é a mai…