segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Diretoria da ADUENF divulga atividades para a primeira quinzena de Março



CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PARA O MÊS DE MARÇO  PRIMEIRA QUINZENA 

DIA 02/03 ATO NA ALERJ CONTRA O DESMONTE DO SERVIÇO PÚBLICO NO ESTADO RJ 

Presença no ATO alunos de graduação de TODOS OS CURSOS  ( DCE) , Técnicos de TODOS OS NÍVEIS ( SINTUPERJ)-  E PROFESSORES.

Precisamos saber quantos professores irão ao ATO, para a contratação do transporte, deixe seu número de cel e whatsapp e docs na secretaria da ADUENF.  O SINTUPERJ já tem dois ônibus completos 

DIA 08/03 DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Homenagem a três mulheres in memorian importantes para esta instituição, são elas:

Dona Finazinha de Queiróz  , Zuleima de Faria e Thereza Kipnis

A Cerimônia será ou  na Vila Maria na Sala do Espelho ou na Sede da ADUENF e terá uma mesa de frios, salgadinhos , refrigerantes e sucos 
Depois enviaremos e-mail com a hora e local exatos.

DIA 09/03 as 10:00 na ALERJ PARA AUDIÊNCIA PÚBLICA EM PROL DA FAPERJ
Os interessados deixem seus nomes e números de celular e whatsapp, assim como de docs  na secretaria da ADUENF.

DIA 15/03 ASSEMBLÉIA AS 16:00 H NA SEDE DA ADUENF CONVOCAÇÃO

PAUTA : POSICIONAMENTO DA CLASSE DOCENTE DA UENF  : CONTRA O DESMONTE DO SERVIÇO PÚBLICO

CONVIDADOS SINTUPERJ , DCE E ASSOCIAÇÃO DE ALUNOS DA PÓS GRADUAÇÃO 
 

DIRETORIA DA ADUENF
GESTÃO  POR DIAS MELHORES

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Diretoria da ADUENF faz convocação para ato do dia 02 de Março na Alerj




Além da troca de data de pagamento de salário do segundo dia útil para o sétimo, a divisão em parcelas de décimo terceiro ou antecipação via empréstimo bancário por nossa conta e risco,0% de reajuste salarial com inflação a 10,71 %,congelamento de insalubridade, aumento na contribuição do RIO  PREVIDÊNCIA, agora temos a proposta do governo do Rio de Janeiro de cortar drasticamente o orçamento da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro.



Em função dessa tentativa de desmanche do serviço público estadual e que atinge diretamente as universidades estaduais, a diretoria da ADUENF convoca a todos a participarem do ato público organizado pelos sindicatos dos servidores estaduais que ocorrerá no dia 02/03 na frente do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro,  para organizar a luta contra os ataques do governo estadual.

A hora de defender os nossos direitos é essa!

DIRETORIA DA ADUENF


GESTÃO POR DIAS MELHORES

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Ato unificado mostra disposição para lutar em defesa da educação no RJ

A diretoria da ADUENF esteve presente na manhã desta 5a. feira na manifestação que ocorreu na entrada do campus Leonel Brizola e que reuniu professores, servidores e estudantes da rede estadual, sistema FAETEC e da UENF.

Esse ato que reuniu centenas de ativistas foi uma forma demonstrar a disposição de luta que existe para combater o sucateamento da educação estadual que está sendo promovido pelo governo do Rio de Janeiro.

No caso da UENF há o risco de a qualquer momento termos cortado o fornecimento de água e luz, o que traria consequências desastrosas para a continuidade dos trabalhos acadêmicos. Além disso, os estudantes com o pagamento atrasado das bolsas acadêmicas, problema que também afeta os professores e servidores.

Em face dessa situação inaceitável, a diretoria da ADUENF ressalta a importância de participar e apoiar estas atividades que estão ocorrendo antes do dia 02 de Março quando os servidores da rede estadual e da FAETEC decidiram iniciar uma greve contra os desmandos da administração comandada pelo governador Luiz Fernando Pezão.

Abaixo imagens da concentração que ocorreu na entrada principal da UENF. A hora de lutar por nossos direitos e defender o correto financiamento da educação fluminense é essa!





sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Sindicatos dos servidores públicos preparam novo protesto contra descaso do governo do estado

Passados os festejos do Carnaval, os sindicatos dos servidores públicos estaduais preparam novo protesto contra o governo do Rio de Janeiro. A manifestação que deverá ocorrer no dia 02 de Março a partir das 15 hotas na frente do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Servidores do Estado fazem ato contra o governo e questionam medidas econômicas


Milhares de servidores do Estado do Rio de Janeiro se reuniram nesta quarta-feira, em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), para protestarem contra as medidas econômicas adotadas pelo governador Luiz Fernando Pezão nos últimos meses. O movimento, organizado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (Muspe) e o SindJustiça (Sindicato dos Servidores do Judiciário do Estado do Rio de Janeiro), acredita que mais de 3 mil pessoas estiveram no ato.
Reclamações são contra o governador Pezão
Reclamações são contra o governador Pezão Foto: Gabriela Rocha/SindiMed
Entre as reivindicações, os servidores questionam, com mais veemência, o parcelamento do 13º salário e a mudança do calendário de pagamento — a partir deste ano, os depósitos serão feitos apenas no sétimo dia útil do mês. Outra questão polêmica na pauta é o projeto de lei, elaborado por Pezão, para alterar a contribuição dos servidores em suas aposentadorias.


Outros grupos sociais também estiveram no ato e cobraram mais qualidade em serviços básicos como educação, segurança e saúde.
Manifestantes estão na escadaria da Alerj
Manifestantes estão na escadaria da Alerj Foto: Gabriela Rocha/SindiMed
O pagamento dos servidores levou o tema para a Justiça. Na semana passada, a Federação das Associações e Sindicatos do Estado do Rio de Janeiro (Fasp) recebeu liminar favorável em que ordena o pagamento imediato do 13º e o retorno ao calendário antigo dos servidores — depósitos no último dia do mês trabalho para pensionistas e aposentados, e no segundo dia útil para ativos. Nenhuma das duas obrigações foi feita. A pena para o descumprimento da liminar é de, no mínimo, R$ 350 mil a serem pagos pelo governador Luiz Fernando Pezão.

ADUENF, um sindicato que não foge da luta!


Pezão, não pise na UENF!


Representação da UENF já esta presente na ALERJ!


Estudantes, servidores técnico-administrativos e professores da Uenf já estão presentes nas escadarias do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, onde ocorrerá uma grande manifestação contra o pacote de maldades e os atrasos de salários.


Esta manifestação é apenas a primeira de uma série de protestos que deverão ocorrer contra a situação crítica a que os servidores estaduais e o serviço público como um todo foram colocados pelo governo do Rio de Janeiro comandado por Luiz Fernando Pezão do PMDB.

Como não poderia deixar de ser, a ADUENF estará representada e participará das ações em defesa dos salários e bolsas estudantis cujo atraso no pagamento coloca o funcionamento da Uenf em xeque.