PROFESSORES DECIDEM POR PARALISAÇÃO NO DIA 30 DE MAIO PARA PARTICIPAR DE AUDIÊNCIA PÚBLICA E REALIZAR ATO NAS OBRAS PARALISADAS DO BANDEJÃO DA UENF


Os professores da UENF decidiram paralisar suas atividades no dia 30 de Maio (próxima 4a. feira) para realizar uma série de atividades como parte do Primeiro Dia Nacional de Luta das Universidades Públicas Estaduais.

Neste dia também ocorrerão duas atividades importantes em que os docentes estarão dividindo a sua participação:

1. Participação na Audiência Pública que será realizada pela Comissão de Educação da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro para discutir a situação salarial dos servidores da UENF, e

2. Ato Público para cobrar da Reitoria da UENF a imediata conclusão das obras do bandejão que estão paralisadas desde Fevereiro de 2011. Este ato público será realizado na própria obra às 12:00 horas quando também será servido um lanche aos presentes.
 
Durante esta assembléia, os professores também decidiram pelo apoio ao movimento de greve dos professores da universidades  federais que paralisaram suas atividades por demandar salariais e melhores condiçlões de trabalho.

Finalmente, a assembléia também ratificou a demanda de 62,5% para remuneração do Regime de Dedicação Exclusiva que é cumprida por todos os professores da UENF. Neste ponto os professores também reafirmaram a sua pósição de que o Regime de Dedicação Exclusiva é uma regra pétrea e que deverá ser mantida como o único regime de trabalho existente para a categoria dentro da UENF.

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro