Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012
Imagem
Reunião do MUSPE (29/05): Primeiras Decisões Contra o Fim do Triênio


Após alguns anos de inatividade, o Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais do Rio de Janeiro (MUSPE) retoma as suas funções, devido à grave ameaça da perda do benefício do triênio, que atualmente assombra o funcionalismo carioca e fluminense. Responsável pela articulação das demandas de diferentes segmentos dos servidores estaduais, por intermédio da conjunção de esforços das entidades sindicais representativas do funcionalismo estadual, o MUSPE está sendo oportunamente reerguido. Uma iniciativa política seguramente importante para todo o funcionalismo estadual que, com o MUSPE, pode alcançar maior peso em toda e qualquer negociação ou encaminhamento de reivindicações. Contudo, sua reativação revela, a princípio, um caráter emergencial. É fruto da recente, nociva, surpreendente e espúria iniciativa adotada pelo governador Sérgio Cabral Filho junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). Visando a rebaixar ai…
Imagem
Governador do RJ questiona gratificação sobre vencimento de servidores


O governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4782), no Supremo Tribunal Federal (STF), na qual pede liminar para suspender os efeitos de dispositivo da Constituição estadual (artigo 83, inciso IX) que assegura aos servidores públicos civis do estado a incidência da gratificação de adicional por tempo de serviço sobre o valor dos vencimentos.

O governador pede que o STF declare a inconstitucionalidade formal e material do dispositivo. Sustenta que os deputados estaduais, ao editarem a norma, interferiram indevidamente em um dos elementos mais vitais da Administração Pública - a gestão dos recursos públicos.

"No caso presente, a inconstitucionalidade formal do dispositivo combatido também é manifesta, porquanto o vício se concentra, de igual forma, na inobservância, pelo constituinte estadual, da relevante questão da reserva constitucion…
Imagem
CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFRJ APROVA MOÇÃO DE APOIO À GREVE GERAL DOS DOCENTES DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS!


Confira a Moção de apoio à greve nacional dos docentes aprovada pelo Conselho Universitário da UFRJ hoje!
MOÇÃO DE APOIO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFRJ
Considerando o papel estratégico do desenvolvimento nacional de ampliação do ensino superior público do país em curso nas universidades federais;

Considerando que a superação desses desafios está estritamente ligada à existência de um quadro docente devidamente remunerado e valorizado, com perspectivas de desenvolvimento ao longo da sua vida profissional;

Considerando também os limites legais para definição dos efeitos orçamentários para o ano de 2013;

Considerando, ainda, que as negociações sobre a carreira docente foram iniciadas em 2011 e carecem de definição;

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em reunião ordinária do dia 24 de maio de 2012, resolve declarar seu apoio ao movimento de greve naci…
Imagem
ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DA UERJ CONVOCA ASSEMBLÉIA PARA DISCUTIR POSSÍVEL GREVE PELA IMPLANTAÇÃO DA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA
Na UENF os professores decidiram paralisar suas atividades por 24 horas no dia 30 de Maio para viabilizar uma série de atividades de mobilização em prol do pagamento do Regime de Dedicação Exclusiva que todos já cumprem ao ingressar no corpo docente da instituição.
Ao mesmo tempo, a Associação de Docentes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro convocou uma assembléia para o mesmo dia para decidir uma possível greve pelo cumprimento das promessas do governo do Rio de Janeiro no tocante a este mesmo ponto.
Há que se lembrar que em levantamento feito pelo ANDES-SN, sindicato que representa os professores universitários brasileiros, os salários pagos à categoria estão entre os menos valorizados dentro do serviço público brasileiro.
Por isso, tanto os professores das universidades federais como das estaduais estão num movimento nacional neste momento. No caso das univers…
Imagem
PROFESSORES DECIDEM POR PARALISAÇÃO NO DIA 30 DE MAIO PARA PARTICIPAR DE AUDIÊNCIA PÚBLICA E REALIZAR ATO NAS OBRAS PARALISADAS DO BANDEJÃO DA UENF

Os professores da UENF decidiram paralisar suas atividades no dia 30 de Maio (próxima 4a. feira) para realizar uma série de atividades como parte do Primeiro Dia Nacional de Luta das Universidades Públicas Estaduais.
Neste dia também ocorrerão duas atividades importantes em que os docentes estarão dividindo a sua participação:
1. Participação na Audiência Pública que será realizada pela Comissão de Educação da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro para discutir a situação salarial dos servidores da UENF, e
2. Ato Público para cobrar da Reitoria da UENF a imediata conclusão das obras do bandejão que estão paralisadas desde Fevereiro de 2011. Este ato público será realizado na própria obra às 12:00 horas quando também será servido um lanche aos presentes. Durante esta assembléia, os professores também decidiram pelo apoio ao movimento de greve…
Imagem
CONVITE ATO PÚBLICO ADUFF-SSIND

    No último dia 17, a ADUFF-SSind deliberou em Assembleia Geral que os docentes da UFF entrarão em greve por tempo indeterminado a partir do dia 22/05/2012. Nesse dia, haverá Assembleia Geral às 14h, no auditório Florestan Fernandes (Faculdade de Educação, Gragoatá), e às 16h a categoria realizará Ato Público. A caminhada sairá do Campus do Gragoatá em direção à Praça do Araribóia, onde haverá uma panfletagem.   Contamos com a presença de todos vocês para fortalecer essa luta que é nossa e de toda a sociedade brasileira. 
Vamos juntos nessa à vitória! 

Imagem
Imagem
PARA ACABAR COM DESCASO DO GOVERNO DE SÉRGIO CABRAL SÓ COM UNIDADE E MOBILIZAÇÃO! 

Imagem
EDIÇÃO ELETRÔNICA DO JORNAL DA ADUENF: É PRECISO AVANÇAR A UNIDADE PARA DERROTAR O DESCASO DO GOVERNO CABRAL
Nos próximos dias estará circulando a ediçaõ de Maio de 2012 da ADUENF cujo conteúdo está na necessidade de que seja construída a mais ampla unidade entre todos os segmentos que fazem parte das três universidades estaduais fluminenses (UENF, UERJ e UEZO) para derrotar o descaso com que o governo de Sérgio Cabral.
Abaixo a versão eletrônica para quem desejar conhecer o conteúdo de mais esta edição do Jornal da Aduenf.




Imagem
DIRETORIA DA ADUENF PRESTA  CONTAS SOBRE A PARALISAÇÃO DO DIA 03 DE MAIO E INFORMA SOBRE CONSEQUÊNCIAS
A diretoria da ADUENF vem à público agradecer a participação dos professores, servidores e alunos nos eventos do dia 03 de maio do corrente ano, quais sejam: a paralisação das atividades na UENF e o ato público em frente ao Palácio Guanabara. Como resultado da paralisação do sistema universitário estadual e da manifestação em frente ao Palácio, o governo do estado marcou uma reunião das lideranças do movimento com a SECT,  deputado federal Alexandre Cardoso, para o dia seguinte, 04 de maio, às 14 horas. Outra reunião, entre os titulares da SECT e da SEPLAG também foi marcada para o próprio dia 4 às 16 horas.

Participaram da primeira reunião o Secretário Alexandre Cardoso, seus assessores, dentre eles o Prof. Luís Edmundo, o reitor da UENF, Prof. Silvério de Paiva, os presidentes das associações de professores da UERJ e UENF, Prof. Guilherme e Prof. Raul, bem como membros da diretori…
Imagem
Protesto bem-humorado marca início da campanha salarial



Foto: Samuel Tosta
Professores, técnico-administrativos e estudantes de instituições estaduais de ensino superior protestaram na manhã desta quinta-feira, 3/5, na porta do Palácio Guanabara. Usando coletes com inscrições de itens da pauta de reivindicações, os manifestantes posaram para fotos com lenços brancos na cabeça, em referência à confraternização de secretários do governo com o empresário Fernando Cavandish em Paris. A ideia era lembrar que há dinheiro nos cofres públicos, mas falta atenção do governo com o ensino superior do estado.

O ato, que marcou o lançamento da campanha salarial das universidades estaduais, contou com a participação das comunidades da Uerj, Uenf, Uezo e Cecierj. Ao final da manifestação, representantes dos trabalhadores e dos estudantes protocolaram oficialmente a pauta de reivindicações conjunta das categorias.
Fonte:http://www.asduerj.org.br/X_ELETRONICO/2012/MAIO/4/BE040512.html
Imagem
ATO UNIFICADO NA FRENTE DO PALÁCIO GUANABARA MOSTRA DISPOSIÇÃO DE LUTA DOS SINDICATOS DA UENF, UERJ E UEZO

Nesta 5a. feira membros das comunidades da UENF, UERJ e UEZO estiveram na frente do Palácio Guanabara se manifestando para cobrar do governador Sérgio Cabral o atendimento de uma série de demandas que estão sem ser atendidas, apesar de terem sido repetidamente entregues e explicadas aos representantes do governo estadual.

A presença de estudantes, servidores e professores demonstrou a correção da decisão de unificar o movimento reivindiciatório das três universidades. Afinal, como fruto desta manifestação foi obtido o agendamento emergencial de uma reunião dos sindicatos com o secretário estadual de Ciência e Tecnologia,  Alexandre Cardoso. Além disso, após uma longa negociação foi possível protocolar as pautas das comunidades das três universidades na Secretaria da Casa Civil, que é um dos órgãos com maior poder decisório dentro da atual administração.

Uma coisa é certa: o sucesso …
Imagem
PROFESSORES DA ADUENF CELEBRAM O PRIMEIRO DE MAIO E A CESSÃO DE TERRENO PARA CONSTRUÇÃO DE SEDE PRÓPRIA
Apesar do dia chuvoso, dezenas de professores da UENF e seus familiares se reuniram no campus Leonel Brizola, mais precisamente na área em que deverá ser construída a futura sede da ADUENF.
A data do 1o. de Maio foi celebrada como um símbolo de uma luta dos trablahadores de todo o mundo, e na UENF isso marca também o aprofundamento da luta pela remuneração do regime de Dedicação Exclusiva que rege o contrato dos professores que trabalham na instituição.
A sede da ADUENF será construída totalmente com recursos próprios, e a cessão do terreno se dará dentro de um regime de comodato, onde a UENF manterá a propriedade do terreno.