quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A REITORIA DA UENF E SEU MODUS OPERANDI AUTORITÁRIO!

A gestão da atual reitoria da UENF comandada pelo Prof. Almy Junior tem sido marcada por vários fatos que indicam um pendor autoritário, especialmente no que se refere ao relacionamento com os sindicatos representativos de docentes e servidores e de suas lideranças.
Mas agora surgiu mais uma novidade que escancara uma faceta contra a qual lutamos entre 1964 e 1985 durante o período de exceção imposto pelo regime autoritário. Essa faceta apareceu sob a forma de uma tentativa de regular o conteúdo de manifestações feitas através de faixas e cartazes. Não se sabe bem porque, mas agora para que os sindicatos fixem suas faixas há que existir uma autorização prévia da Prefeitura da UENF. Além disso, para que essa autorização seja dada os interessados (a ADUENF, o SINTUPERJ ou o DCE) terão que pedir permissão por escrito e adiantar o conteúdo das faixas para a devida autorização.
Como esta medida atenta contra a liberdade de expressão garantida como regra pétrea pela Constituição Federal de 1988, a ADUENF enviou ofício ao reitor Almy Junior solicitando que essa diretiva seja extinta. Afinal de contas, a liberdade de expressão é uma necessidade objetiva de sociedades verdadeiramente democráticas, e mais ainda no interior dos campi universitários espalhados pelo Brasil.
Abaixo a censura! Pela ampla liberdade de expressão!
Campos dos Goytacazes, 19 de Janeiro de 2011.
DIRETORIA DA ADUENF
Gestão 2009-2011