terça-feira, 23 de agosto de 2016

Assembleia dos professores estabelece novos passos da luta em defesa da Uenf



Reunidos em assembleia nesta 3a. feira (23/08), os professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense analisaram a difícil situação em que a instituição se encontra em face do descaso por parte do governo do Rio de Janeiro.

Após uma fase de debate onde foram tratados os diversos aspectos envolvendo a situação na Uenf, os professores adotaram diversas decisões que visam impulsionar a luta pelo correto financiamento da instituição que hoje acumula cerca de R$ 20 milhões de dívidas com concessionárias de serviços, empresas terceirizadas e fornecedores de insumos.

Abaixo segue a lista de decisões:


1. Continuidade do "estado de greve" até o dia 01/09. Neste dia será realizada uma nova assembleia para discutirmos a situação da Uenf e analisar um possível retorno à greve.

2. Reenvio de um ofício à Reitoria questionando sobre a situação da segurança no interior do Campus Leonel Brizola. 

3. Ida ao Rio de Janeiro no dia 31/08 com ou sem reunião agendada com o Deputado Edson Albertassi, líder do governo na Assembleia Legislativa, com o máximo de membros da comunidade universitária da Uenf. 

4. Ato em defesa da Uenf: abraço ao prédio do Centro de Convenções da Uenf, provavelmente no dia 30/08. Neste dia também teremos a assinatura simbólica dos estudantes, professores e técnicos do documento elaborado por professores do CCH sobre a Uenf. Este documento será encaminhado para autoridades e imprensa.

5. Envio de mensagens eletônicas a todos deputados estaduais para pressionar o Governo para a confirmação da reunião no dia 31/08.


Campos dos Goytacazes, 23 de Agosto de 2016.

COMANDO DE GREVE DA ADUENF