terça-feira, 14 de dezembro de 2010

DOCENTES DA UENF DECIDEM MANTER GREVE POR UNANIMIDADE

Reunidos em mais uma assembléia nesta 3a. feira, os professores da UENF ouviram e rejeitaram uma proposta de 22% de reposição de perdas que seria incorporados aos seus salários ao longo de 2011. Os professores consideram que o governo do estado deverá apresentar uma resposta mais positiva em janeiro e, por isto, consideraram prematuro encerrar a greve que realizam em defesa de seus salários.
Os professores decidiram também participar da delegação compostos pelos três segmentos da comunidade universitária da UENF que irá participar da votação do orçamento de 2011 que ocorrerá nesta 5a. feira (16/12) na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.
A assembléia também reafirmou a realização de um seminário que deverá ser realizado em janeiro de 2011 para discutir a situação do financiamento das universidades estaduais fluminenses.
Em face destas decisões, o que se espera é que as tratativas que estão ocorrendo no âmbito do governo Cabral sejam acelerados de modo a permitir que a UENF volte ao seu funcionamento normal já no início de 2011.