quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

FALTA DE RESPOSTA DO GOVERNO CABRAL FORÇA OS PROFESSORES DA UENF À RETORNAR AO PROCESSO DE GREVE POR TEMPO INDETERMINADO A PARTIR DE 06 DE DEZEMBRO

COMUNICADO DA DIRETORIA DA ADUENF
A diretoria da ADUENF vem comunicar que recebeu no dia de hoje correspondência eletrônica do Secretário de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Alexandre Aguiar Cardoso, dando conta da impossiblidade de responder à decisão da assembléia geral realizada em 24.11.2010. A mensagem do secretário indica a existência de dificuldades para consultar "outras instâncias do governo" que precisam ser ouvidas em função de "notórios acontecimentos que envolveram as autoridades e a população'. Além disso, a mensagem do secretário não estipula a data do encontro que seria realizado nas dependências da UENF para tratar das reivindicações salariais dos docentes.
Ainda que cientes da situação que ocorreu recentemente na cidade do Rio de Janeiro, e cujo desfecho é considerado uma vitória histórica sobre o narcotráfico, este protelamento é inaceitável, visto que os problemas salariais afetando os docentes da UENF já foram discutidos inclusive com o Secretário de Planejamento e Gestão, Sr. Sérgio Ruy Guerra, que pessoalmente se comprometeu a apresentar propostas que resolvessem a crise salarial em que estamos vivendo.
Deste modo, a diretoria da ADUENF entende que além de não haver a apresentação de qualquer solução para a pauta ali decidida, há na mensagem do secretário uma clara ausência de um cronograma para avançar o processo de negociação. Este quadro causado pela ausência de respostas objetivas por parte do governo Cabral torna a situação na UENF ainda mais aguda. A situação é ainda mais agravada pela proximidade da aprovação do orçamento de 2011 pela ALERJ, visto que se o governo Cabral não concordar em alocar recursos específicos para reposição salarial, a nossa luta será ainda mais difícil.
Diante deste quadro e da assembléia realizada no dia 24.11.2010, a diretoria da ADUENF entende que é inevitável a aplicação da decisão de retorno à greve por tempo indeterminado a partir de 06.12.2010, próxima segunda-feira. Esta decisão já foi inclusive indicada na correspondência enviada ao próprio secretário Alexandre Cardoso.
A diretoria da ADUENF irá realizar uma assembléia de avaliação já na 4a. feira (08/12), quando se espera já tenhamos recebido uma resposta concreta por parte da SECT, e que nos permita reavaliar (ou não) a situação.
A diretoria da ADUENF convida ainda a todos os seus associados a que se engajem nas atividades conjuntas que foram decididas na assembléia comunitária de 01.12.2010, e que apontam para um aumento da unidade da comunidade univerisitária em torno de demandas
coletivas.
Finalmente, a diretoria da ADUENF convoca todos os membros do Comando de Greve para uma reunião organizativa nesta 6a. feira, 10 horas, na sala da ADUENF. Neste aspecto, todo associado que desejar poderá comparecer para se juntar ao esforço de organização que será necessário para garantir a vitória do nosso movimento.
A hora é de unirmos nossos esforços em prol de uma solução rápida para uma situação que se arrasta por culpa única e exclusiva do governo do estado do Rio de Janeiro.
Diretoria da ADUENF
Gestão 2009-2011