terça-feira, 23 de outubro de 2012

INFORME DA DIRETORIA DA ADUENF


Caros uenfianos

            A diretoria da ADUENF vem a público para manifestar o seu compromisso com a luta pela correta remuneração do Regime de Dedicação Exclusiva. Independentemente do nível de satisfação com o resultado da assembléia, a luta continua. Acreditamos que nenhum dos que estamos ativamente participando do movimento desde o inicio saímos contentes. Alguns mais incomodados que outros, porém todos preocupados, não com o resultado e sim com o futuro do movimento.

            Podemos pensar em vários cenários possíveis; com a DE, sem a DE, com nova greve, sem nova greve, etc. O cenário que não é possível é o da divisão do movimento!!!.  Discutimos durante quase duas horas, argumentamos, defendemos pontos de vista diferentes, entretanto gostaríamos de lembrar que o objetivo era o mesmo; COMO CONSEGUIR VALORIZAR A CARREIRA DOS DOCENTES DA UENF ATRAVÉS DO PAGAMENTO DA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA. Se o objetivo é o mesmo e a luta continua não podemos nos dar ao luxo de dividir o movimento. O caminho foi escolhido, e a diretoria faz um chamado para que  trabalhemos unidos para garantir os 65 % pela Dedicação Exclusiva.

            Caros uenfianos, mantenhamo-nos fortes neste momento, pois o resultado final depende disso. Usemos o nosso prestígio para, através do diálogo, trazer os estudantes para o nosso movimento. Alguns estudantes acreditam que a suspensão da greve permitirá poder ter aulas com tranqüilidade, entretanto gostaria de lembrar que várias disciplinas fatalmente não serão oferecidas, pois os professores de apoio podem não querer dar aulas em janeiro. Somente os que realmente temos compromisso com o ensino dos nossos estudantes trabalharemos no período de verão; outros aguardarão as bolsas do próximo semestre.

               Aguardamos um final de semana para que todos colocassem as suas “feras” para fora. A luta continua e esta semana o campo de batalha é a ALERJ, pois temos que encaminhar as emendas ao orçamento e nos reunir com o presidente da ALERJ, deputado Paulo Melo. Vamos solicitar os 26 milhões para o pagamento da DE e vamos requerer o compromisso do presidente da ALERJ para que, desta vez, o compromisso seja cumprido e a verba não seja contingenciada. Para tal vamos falar com os membros da Comissão de Orçamento e de Educação para garantir os recursos orçamentários necessários para o pagamento da DE.

            A outra tarefa da semana será a elaboração da carta resposta aos secretários de Ciência e Tecnologia, Luis Edmundo Costa, e o de Planejamento e Gestão, Sr. Sergio Ruy. Na carta vamos informar o resultado da reunião, as expectativas do movimento, além de esclarecer que entramos em greve em conseqüência a falta de atenção que alguns órgãos do governo deram às nossas reivindicações.  Em relação as expectativas, vamos deixar claro que não podemos esperar outra coisa que não seja a elaboração de um projeto de lei com o incremento de 65 % aos nossos salários base.


            LUTEMOS PELO PROJETO DE LEI DA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA!!
                                             GESTÃO UNIÃO, FORÇA E RESPEITO 2011-2013