quinta-feira, 11 de outubro de 2012

EM ASSEMBLÉIA LOTADA, PROFESSORES DECIDEM FORTALECER MOVIMENTO DE GREVE À ESPERA DE POSICIONAMENTO DO GOVERNO CABRAL


Nesta 5a. feira, vésperas de feriado, os professores da UENF se reuniram em uma assembléia altamente representativa para discutir os resultados do andamento do processo de negociação em curso em relação à remuneração do regime de Dedicação Exclusiva.

O presidente da ADUENF, Prof. Raul Palacio, deu um informe acerca da reunião realizada com o secretário estadual de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy Guerra, na última 6a. feira (05/10) e de outras medidas tomadas pelo Comando de Greve desde então, inclusive o envia da carta ao governador Sérgio solicitando um posicionamento do governo em relação à remuneração da D.E.  

O professor Raul Palacio também informou que já agendou uma reunião com o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Luiz Edmundo Costa Leite, onde será renovado o pedido de uma manifestação formal acerca do andamento do processo de negociação.

Após este informe uma série de professores fizeram uso da palavra e a tônica dos pronunciamentos é de que não há como encerrar o atual movimento de greve sem que haja uma manifestação formal e qualificada por parte do governo Sérgio Cabral em relação ao principal item da pauta de reivindicações dos professores, que é justamente a questão da remuneração do regime de Dedicação Exclusiva.

Em face das posições oferecidas, a assembléia decidiu de forma unânime pela manutenção do movimento de greve  de forma a fortalecer a posição da ADUENF no processo de negociação em curso.