NOTA DA DIRETORIA DA ADUENF SOBRE A PARALISAÇÃO DO DIA 28/11



A diretoria da ADUENF vem a público, para informar as atividades que serão realizadas nesta quarta-feira (28/11), dia da paralisação que foi decidida na assembléia do dia 21 de Novembro. Em principio pretendemos utilizar a paralisação para discutir, com toda a comunidade, a realidade e futuro do movimento atual e da UENF como um todo.

A diretoria iniciará o dia 28 fazendo uma chamada para um ato universitário que acontecerá na quadra de esportes do CCH. A idéia é realizar uma discussão franca e transparente entre todos os segmentos da comunidade universitária da UENF. Acreditamos que atividades como esta poderiam ser realizadas sem a necessidade de uma iminente greve, mas ganham especial importância num momento em que podemos iniciar uma. O debate está marcado para o período entre 10:00 e 12:00 horas.

No período da tarde, iremos realizar um “showmício”. Para tal estamos trazendo o grupo “grevemente feridos” que animará musicalmente o nosso ato. A concentração está marcada para as 15 horas na Praça São Salvador onde deveremos realizar uma manifestação política para informar a população de Campos da situação em que a UENF se encontra neste momento.

Caros UENFIANOS, a diretoria da ADUENF está propondo estas atividades. Entretanto, estamos abertos a sugestões que possam ampliar o leque de atividades. Desta forma, convocamos a todos os professores a participar nas atividades que programamos; sendo importante a participação de todos, independente da posição que tenham apoiado na assembleia que decidiu pelo calendário de lutas que estamos encaminhando. Lembramos ainda que a assembléia é soberana e temos todos que acatar as decisões que são tomada, pois, no final das contas, estamos todos lutando pelo mesmo objetivo que é a recomposição de nossos salários, começando pela remuneração de 65% do nosso regime de Dedicação Exclusiva.

A HORA DE LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS É ESSA!

DIRETORIA DA ADUENF

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro