terça-feira, 31 de maio de 2016

Comando de Greve da ADUENF prepara novas ações após abaixo-assinado atingir 15.000 assinaturas



Após o abaixo-assinado em defesa da Uenf ter atingido a expressiva marca de 15.000 assinaturas, o Comando de Greve da ADUENF se reuniu na manhã desta 3a. feira (31/05) para estabelecer um conjunto de novas ações para continuar fortalecendo o movimento. A entrega dos abaixo-assinados no Palácio Guanabara deverá ser feita de forma conjunta com os sindicatos da Uerj e da Uezo em data a ser acordada e previamente divulgada.

Uma decisão se refere à participação de representantes da ADUENF na audiência que será realizada pela Comissão de Educação da ALERJ com o secretário estadual de Fazenda, Júlio Bueno.  Nessa audiência a ADUENF deverá cobrar formalmente o cumprimento do orçamento de 2016 que foi aprovado pela ALERJ, do qual não houve ainda sequer o inicio do cumprimento pelo governo do Rio de Janeiro.

Uma segunda frente de atividades será a ampliação da realização de audiências públicas em Câmaras de Vereadores de municípios localizados nas regiões Norte e Noroeste Fluminense e dos Lagos. Essas audiências têm sido extremamente úteis para a divulgação da situação difícil que a UENF se encontra neste momento.

O Comando de Greve também decidiu se solidarizar com os professores ligados ao SEPE que estão ocupando a sede da SEEDUC no Norte Fluminense. Essa solidariedade será expressa a partir da emissão de um comunicado, o qual será entregue pessoalmente aos professores que estão participando deste ato político em defesa do ensino público, gratuito e de qualidade.

Finalmente, o Comando de Greve também decidiu pela confecção de faixas para denunciar a situação crítica em que se encontra a Uenf neste momento com uma série de pesquisas com ameaça de paralisação total. Os casos mais emblemáticos envolvem as pesquisas com o emus australianos e o fornecimento de gases cuja falta de recursos poderá causar graves perdas aos professores e estudantes envolvidos.