População do Norte e Noroeste Fluminense continua aderindo ao abaixo-assinado em defesa da Uenf

Com a ampliação das cidades onde o abaixo-assinado em defesa da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) está sendo divulgado está havendo um aumento do número de cidadãos que estão se posicionando contra o sucateamento imposto pelo governo do Rio de Janeiro.

 Assim,ainda que Campos dos Goytacazes e Macaé sejam os municípios com o maior número de apoios por causa da presença dos dois campi, a Aduenf está recebendo folhas preenchidas de vários municípios do Norte e Noroeste, principalmente naqueles onde existem pólos de Educação à Distância do CEDERJ.

Abaixo seguem imagens da atividade realizada pelos professores da Uenf no dia de ontem (26/04) no centro histórico de Campos. Além da enorme receptividade ao abaixo-assinado, o que os professores mais tem ouvido é a inconformidade da população com que está sendo feito com a universidade criada por Leonel Brizola e Darcy Ribeiro a partir de uma demanda da população de Campos dos Goytacazes que, como agora, assinou um abaixo-assinado a criação da instituição que fora prevista pela Constituição Estadual de 1990.










Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro