Diretoria da ADUENF envia carta a Sérgio Cabral defendendo a manutenção do modelo de Darcy Ribeiro

A diretoria da ADUENF enviou correspondência no dia de hoje ao governador Sérgio Cabral informando a disposição de aceitar o pagamento do regime de Dedicação Exclusiva na forma de um adicional.

A carta também reafirmou a posição dos associados da ADUENF de que a entidade não concorda com a tentativa do governo de modificar o regime de trabalho dos docentes da UENF. Nesse quesito, a carta da ADUENF ratifica a regra pétrea da fundação da UENF que determina que todos os docentes atuando na instituição sejam doutores trabalhando em regime de Dedicação Exclusiva.

Veja a carta enviada ao governador Sérgio Cabral logo abaixo.



Finalmente, esta correspondência desmantela a versão fantasiosa da reitoria da UENF que indicava haver algum tipo de acordo envolvendo a ADUENF no sentido de quebrar o regime de Dedicação Exclusiva na UENF. 

Agora não apenas Sérgio Cabral foi informado, mas também os secretários de Ciência e Tecnologia e de Planejamento e Gestão de qual é efetivamente a posição da ADUENF em relação a uma questão tão central para a continuidade de processo de construção da UENF. E a mensagem da carta é clara: queremos nossos direitos e nossos princípios não estão a venda!

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro