quarta-feira, 25 de junho de 2014

ALERJ vota Projeto 3050/2014 e ADUENF sinaliza para a continuidade da luta


O Projeto de Lei 3050/2014 que foi enviado pelo governo do Rio de Janeiro para corrigir os salários de professores e servidores da UENF acaba de ser votado na ALERJ. No caso dos professores prevaleceu a tabela salarial enviada pelo governador Pezão, mas a segunda parcela será paga já a partir de Março de 2015, e não em julho de 2015 como queria inicialmente a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG). Já no caso dos servidores, foi aprovado uma reposição linear de 19% para todos os níveis, também divididos em duas parcelas.

O presidente da Comissão de Educação da ALERJ, deputado Comte Bittencourt (PPS), fez uma vigorosa defesa das emendas propostas enviadas pela ADUENF, e lamentou que o governo não tenha aceitado abrir um verdadeiro processo de negociação com os servidores e professores da UENF.  Em sua fala, o deputado Comte Bittencourt lamentou profundamente "a forma desastrosa com que a Reitoria da UENF conduziu o processo de reajuste salarial".

Ainda dentro do plenário da ALERJ, o Prof. Luís Passoni, afirmou que "já na próxima semana a ADUENF estará se reunindo para decidir os próximos passos da luta pela devida e justa recomposição dos salários dos professores da UENF".  O Prof. Passoni aproveitou ainda para agradecer o apoio recebido da Comissão de Educação da ALERJ,  na pessoa do deputado Comte Bittencourt, e principalmente de todos os professores e apoiadores da ADUENF que possibilitaram a realização de uma greve histórica, cujos frutos ainda estão por ser plenamente colhidos.