Articulação da ADUENF rende frutos na ALERJ e governo deverá apresentar nova proposta salarial


A articulação desenvolvida pelos sindicatos e associações de classe da UENF resultou num número expressivo de emendas (um total de 39) para o projeto de lei 3050/2014 enviado pelo governo do Rio de Janeiro para recompor os salários de servidores e professores.

Após uma reunião do Colégio de Líderes onde não houve acordo sobre quais emendas deveriam ser aprovadas, a novidade é que o governo do Rio de Janeiro indicou que enviará uma nova proposta para melhorar o que foi proposto inicialmente como forma de garantir a votação do projeto 3050/2014.

Uma delegação da ADUENF que está sendo liderada pelo Prof. Luís Passoni deverá se reunir a partir das 15:00 horas com o presidente da Comissão de Educação da ALERJ, deputado Comte Bittencourt. Nessa reunião deverá ser traçada uma estratégia para garantia que a nova proposta esteja mais de acordo com as emendas que foram apresentadas pela ADUENF.

A sinalização de que o governo do Rio de Janeiro irá melhorar a proposta inicial é uma vitória direta da ação da ADUENF e de seus associados que sustentaram uma greve durante três meses.

Agora é a hora de continuar apoiando a ADUENF e a luta de todos os servidores da UENF por salários mais justos!

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro