Governo reconhece força da greve e convoca reunião de negociação


Após 21 dias de greve geral, o governo do Rio de Janeiro reconheceu a força do movimento e chamou reuniões separadas com os sindicatos de servidores técnicos-administrativos e dos professores para apresentar propostas para resolver os problemas criados pela corrosão salarial dentro da UENF.

No caso dos professores, a reunião deverá ocorrer na Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (SEPLAG) a partir das 15:00 hras desta 5a. feira (03/04). 

O Comando de Greve da ADUENF deverá realizar uma reunião no início da manhã para definir quais professores irão até a SEPLAG para apresentar a pauta da greve que inclui dois pontos básicos: 1) reposição das perdas salariais de 86,7%, e pagamento do regime de Dedicação Exclusiva de 65%.

De qualquer forma, a força do movimento de greve já obteve uma significativa vitória a garantir a abertura das negociações. 


Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro