Jornal O DIÁRIO faz matéria sobre a greve unificada na UENF

Alunos encerram greve de fome, mas continuam na reitoria da Uenf

 


Phillipe Moacyr
Clique na foto para ampliá-la
Em greve: estudantes estão acampados em frente ao prédio da reitoria e de lá sairão para o Shopping Estrada em protesto
 
Estudantes da Universidade Estadual no Norte Fluminense (Uenf) pretendem fechar a BR-101 amanhã. A decisão foi tomada em uma assembleia realizada na tarde de ontem pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE/Uenf). Desde a última terça-feira (8), estudantes estão acampados na entrada do prédio da reitoria. Na semana passada, dois estudantes fizeram greve de fome. Eles reivindicam o funcionamento do Restaurante Universitário, auxílio-moradia e aumento no valor das bolsas universitárias.

Na última quinta-feira, a greve de fome foi suspensa após a reitoria ter apresentado um ofício se comprometendo a atender as reivindicações dos estudantes: abertura do bandejão no segundo semestre do ano letivo, reajuste de R$ 100,00 nas bolsas, que passariam para R$ 400,00, valor praticado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro e liberação de recursos para auxílio-moradia. No entanto, segundo o estudante de Ciências Sociais, Manolo de Araújo, 20 anos, a ocupação continuará até que as promessas sejam cumpridas.

O estudante informou que uma reunião com a reitoria estava marcada para hoje, porém o reitor não esteve na universidade. Manolo contou que os professores estão ajudando com alimentação e mostrou que a água dos bebedouros não está própria para consumo. Segundo ele, os estudantes sairão da universidade em passeata com destino ao Shopping Estrada. Os alunos aderiram à greve iniciada pelos professores em 12 de março.

Fazem parte do movimento unificado de greve a Associação dos Docentes da Uenf (Aduenf), a Associação dos Servidores da Fenorte/Tecnorte (Asfetec) e o Sindicato dos Trabalhadores das Universidades (Sintuperj). As categorias têm pautas distintas, sendo que a principal reivindicação é reajuste salarial.

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro