DE QUE TEM MEDO O GOVERNO?


Na maioria das vezes, os atos de intolerância são provocados pelo desconhecimento da situação, dos interlocutores, e pelo medo de que nossos erros venham à tona durante a interlocução. A intolerância é o medo do outro, e pior, de si mesmo!
Só o medo de reconhecer seus erros, como a total falta de política pública para o setor de ensino superior, e sua incapacidade de lidar com as demandas e lideranças de uma Universidade autônoma, justifica a postura "avestruz" do Governo do Estado, e da Secretaria de Ciência e Tecnologia em relação a UENF.

Falta coragem ao Governo e seus representantes da secretaria em enfrentar o debate democrático, a possibilidade de recuos e avanços de todo o processo reivindicatório.

Falta sensibilidade de enxergar os prejuízos decorrentes de sua desastrada condução da questão salarial, que podem soterrar gerações de esforço e dedicação à pesquisa e a inovação, fundamentais no jogo de deslocamento de poder que o Brasil e nossa região enfrentarão ao longo dos próximos anos.

Podemos argüir que as demandas são justas ou menos justas, umas possíveis, outras menos, mas o que um governo não pode fazer, sob nenhuma hipótese, até porque seus mandatos decorrrem da NOSSA delegação, aí incluídos os servidores públicos, é ignorar todas as tentativas de negociação, empurrando o movimento para uma paralisação que deteriora, ainda mais, as condições já precárias da Universidade.

Assusta ainda mais o silêncio da classe política local, alguns, como os integrantes da frente de oposição, por manterem-se sob a coleira do governador, outros, como o casal de ex-governadores, porque quando lá estiveram, fizeram pior, portanto, falta-lhes autoridade moral para questionar os desmandos atuais.

Ao que parece, a tarefa que se dedica o governador e seus auxiliares é destroçar o legado de Darcy Ribeiro, dando continuidade ao "excelente" trabalho de seus antecessores, e pelo mesmo motivo:

Medo.

Medo do conhecimento que universidades produzem.

Quem tem conhecimento não pode ser domesticado.
 

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro