terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

REITORIA DA UENF E GOVERNO COBRAM NEGOCIAM ACORDO, MAS ESQUECERAM DE PERGUNTAR A OPINIÃO DOS SINDICATOS

A matéria publicada no dia de hoje pelo jornal Folha da Manhã explicita a existência de um suposto acordo entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia e a reitoria da UENF no sentido de conceder 22% para os professores, de forma a retomar a isonomia quebrada pelo governo Cabral em Junho de 2010. Essa solução é inaceitável, visto que as perdas salariais já atingem quase 100%. E, pior, essa tentativa de acordo ocorre com a tentativa do governo Cabral e da reitoria da UENF de isolarem a ADUENF e o SINTUPERJ das negociações. Esta postura anti-democrática somada à reposição para lá de insuficiente das perdas salariais são um prenúncio de que a mobilização não pode e nem vai parar!