segunda-feira, 11 de junho de 2012

ASSEMBLÉIA DEFINE OS PRÓXIMOS PASSOS DA LUTA SALARIAL DOS PROFESSORES DA UENF

A assembléia da ADUENF tomou uma série de decisões que devem orientar a campanha salarial dos professores da UENF a partir de agora.

Entre outras coisas, a assembléia decidiu a paralisação das atividades docentes nesta 4a. feira (13/06) a partir das 12:00 horas para viabilizar a participação da comunidade universitária da UENF na Marcha pela Educação conforme mostra cartaz abaixo.


A assembléia também decidiu pelo envio de uma comissão de representantes ao ato público que será realizado na cidade do Rio de Janeiro no dia 14/06 (5a. feira) como parte das ações do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (MUSPE) contra a tentativa do governo Sérgio Cabral de extinguir a gratificação por tempo de serviço que foi consagrada pela Constituição Estadual de 1989.

Uma terceira decisão foi a marcação de uma nova assembléia para o dia 18/06 (próxima 2a. feira) para avaliar a possível marcação de um indicativo de greve dos professores da UENF com base na defesa dos seguintes itens:

- Defesa do Triênio.
- Imediato Pagamento do Regime de Dedicação Exclusiva
- Reposição das Perdas Salariais estimadas num valor médio de 73,3%


A disposição mostrada nesta assembléia foi de fortalecer unificação da luta dos professores das três universidades estaduais fluminenses e apoiar o movimento em greve em curso na maioria das universidades e institutos federais de ensino.