Professores da Uerj em greve a partir da segunda-feira, 11/6


Cerca de 700 pessoas entre professores, estudantes e servidores técnico-administativos lotaram a Capela Ecumênica da Uerj em assembleia docente na tarde desta terça-feira, 5/6. Após quase cinco horas de intensos debates, a votação sobre a greve foi feita em dois momentos. No primeiro, os docentes aprovaram por esmagadora maioria a greve na categoria, com apenas quatro votos contrários e uma abstenção.

A segunda votação decidiu pela data de início da greve. A proposta de parar a partir da segunda-feira, 11/6, também foi aprovada por ampla maioria. A apuração foi feita por contraste.

A lista de presença da assembleia foi assinada por 298 professores. Ao assinar a lista, os docentes receberam um cartão amarelo que os identificou no momento da votação das propostas.

As reivindicações são: Dedicação Exclusiva já!; Recomposição salarial imediata de 22%; Retirada da representação do governo do estado no STF contra os triênios; e Regularização da situação trabalhista dos professores substitutos.
 

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro