Do Portal G1: Professores da UENF decretam greve em Campos, no RJ

Assembleia ratificou a pauta de reivindicações encaminhada em 2013. Reitoria informou que manterá os esforços de negociação com o governo.
Do G1 Norte Fluminense
 
Centro de Convenções da UENF. (Foto: Divulgação/UENF)Centro de Convenções da UENF
(Foto: Divulgação/UENF)
Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (12), os professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes, no Norte do Estado, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Segundo a Associação dos Docentes da UENF (Aduenf), a assembleia ratificou a pauta de reivindicações encaminhada em 2013 ao governo do estado, tendo como pontos básicos a "reposição de 86,7% das perdas salariais relativas ao período entre 1999 e 2013" e o "pagamento de 65% pelo regime de dedicação exclusiva".
A reitoria da universidade informou que manterá os esforços de negociação com o governo visando ao retorno à normalidade no menor prazo possível, buscando especialmente minimizar o impacto para os estudantes. A greve foi decretada dois dias depois da abertura do ano letivo, na última segunda (10).
As demandas aprovadas pelo Conselho Universitário incluem o pagamento do adicional de dedicação exclusiva dos professores, a correção da tabela dos técnicos e o reajuste linear de 32,7% para todos os servidores.

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro