O DIÁRIO: Greve na Uenf com 100% de adesão


Divulgação Aduenf
Clique na foto para ampliá-la
Mobilização. Professores buscam apoio popular nas ruas
Logo no primeiro dia de greve, a adesão dos professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) foi de 100%. A informação é do presidente da Associação dos Docentes da Uenf (Aduenf), Luís Passoni. Na tarde desta quinta-feira, um grupo de mais de 20 professores da instituição realizou panfletagem no Centro de Campos explicando à população que a paralisação por tempo indeterminado se deu devido ao descaso do Governo do Estado.

Segundo Passoni, as pessoas pararam para ouvir os discursos dos professores e apoiaram a luta dos docentes por melhores salários. "As pessoas compartilharam a nossa indignação ao saberem que o Rio de Janeiro é o estado que paga os piores salários a seus servidores", comentou.

Passoni lembrou que o Governo do Estado prometeu no ano passado encaminhar à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) uma proposta de reajuste salarial da categoria. "Só que até hoje não apresentou a proposta. Então vamos ficar de braços cruzados até que o estado se pronuncie", comentou.

Ainda segundo Passoni, o piso salarial dos docentes de Dedicação Exclusiva (DE) da Uenf é de R$ 6,7 mil, enquanto nas instituições federais é de R$ 8,6 mil. "O salário dos professores de DE da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) é 15% maior que o nosso. Esperávamos reajuste em janeiro para que houvesse a equiparação, mas isso não aconteceu. Na verdade, quem ganhou reajuste foram eles e hoje esta diferença é ainda maior", criticou.

FONTE: http://www.odiariodecampos.com.br/greve-na-uenf-com-100-porcento-de-adesao-9691.html

Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro