sexta-feira, 14 de março de 2014

O DIÁRIO: Greve na Uenf com 100% de adesão


Divulgação Aduenf
Clique na foto para ampliá-la
Mobilização. Professores buscam apoio popular nas ruas
Logo no primeiro dia de greve, a adesão dos professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) foi de 100%. A informação é do presidente da Associação dos Docentes da Uenf (Aduenf), Luís Passoni. Na tarde desta quinta-feira, um grupo de mais de 20 professores da instituição realizou panfletagem no Centro de Campos explicando à população que a paralisação por tempo indeterminado se deu devido ao descaso do Governo do Estado.

Segundo Passoni, as pessoas pararam para ouvir os discursos dos professores e apoiaram a luta dos docentes por melhores salários. "As pessoas compartilharam a nossa indignação ao saberem que o Rio de Janeiro é o estado que paga os piores salários a seus servidores", comentou.

Passoni lembrou que o Governo do Estado prometeu no ano passado encaminhar à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) uma proposta de reajuste salarial da categoria. "Só que até hoje não apresentou a proposta. Então vamos ficar de braços cruzados até que o estado se pronuncie", comentou.

Ainda segundo Passoni, o piso salarial dos docentes de Dedicação Exclusiva (DE) da Uenf é de R$ 6,7 mil, enquanto nas instituições federais é de R$ 8,6 mil. "O salário dos professores de DE da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) é 15% maior que o nosso. Esperávamos reajuste em janeiro para que houvesse a equiparação, mas isso não aconteceu. Na verdade, quem ganhou reajuste foram eles e hoje esta diferença é ainda maior", criticou.

FONTE: http://www.odiariodecampos.com.br/greve-na-uenf-com-100-porcento-de-adesao-9691.html