terça-feira, 25 de março de 2014

Jornal Terceira Via: Uenf: professores, servidores da Fenorte e técnicos continuam parados

Não há uma previsão para o término da greve

Após nove dias, continua a greve dos servidores da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf).

O ato teve início em uma assembleia no último dia 12, que contou com a presença de mais de 120 professores, que aprovaram, por unanimidade, o início da paralisação por tempo indeterminado na Universidade. No ano passado, os professores ficaram quase três meses em paralisação.

A categoria exige 86,7% de reposição de perdas salariais e o pagamento de 65% para remuneração do regime de Dedicação Exclusiva.

Servidores da Fenorte também aderiram à greve dias depois. Eles reivindicam reposição salarial de 63,3% pelas perdas inflacionárias dos últimos oito anos, redefinição do estatuto, revitalização da Fenorte, reajuste do Auxílio-creche e Auxílio-alimentação.

Os técnicos administrativos da Uenf também aderiram a paralisação. A categoria rejeitou a orientação da diretoria geral do Sintuperj que não queria a deflagração do movimento.

A pauta aprovada pelos servidores técnicos inclui a correção da chamada “distorção” para determinados níveis da carreira técnica e a reposição de perdas salariais de 86,7%, tal como já demandam os professores.  

FONTE: http://www.jornalterceiravia.com.br/noticias/campos_dos_goytacazes/44561/uenf:_professores,_servidores_da_fenorte_e_tecnicos_continuam_parados