UENF e FENORTE em greve vão para as ruas para exigir negociação do governo do Rio de Janeiro

A manhã desta quarta-feira (19/03) assistiu a um momento de unidade entre professores e estudantes da UENF e servidores da FENORTE que se encontram em greve. Ao saber da visita do secretário de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca, à Escola Técnica Barcelos Martins, membros dessas duas categorias se organizaram e foram para a avenida para apresentar suas demandas e exigir negociação.

A situação chegou a ficar tensa quando seguranças terceirizados que prestam serviços na Barcelos Martins impediram de forma truculenta a entrada dos manifestantes nas dependências daquela unidade da FAETEC, o que fez com os manifestantes fossem para a frente do prédio onde se manifestaram e ganharam apoio dos estudantes.

A força dessa manifestação acabou obrigando o secretário Gustavo Tutuca a abandonar a Escola Técnica Barcelos Martins e a se dirigir para o campus da UENF, onde acabou se encontrando com membros do Comando de Greve da ADUENF.

Agora trata-se de reforçar a unidade das categorias em greve para forçar a concessão de demandas que são justas e demandam o fim da enrolação por parte do governo do Rio de Janeiro!


Postagens mais visitadas deste blog

Professores da UENF decretam greve por tempo indeterminado

Presidente da Assembleia de Deus Central de Campos dos Goytacazes faz apelo em defesa da UENF

Servidores, aposentados e pensionistas sem salários realizam protesto no Fórum do Rio de Janeiro