A Coluna de Opinião do Jornal O DIÁRIO desta 2a. feira (3 de maio de 2010)

OPINIÃO

Painel Diário – paineldiario@bol.com.br

O que Cabral tem contra a Uenf?

O governador Sérgio Cabral segue em sua obra permanente de destruição da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). A universidade opera com orçamento 100% abaixo do que necessita para funcionar plenamente, enquanto equipamentos que deveriam estar sendo utilizados por laboratórios estão ainda encaixotados, por um simples motivo: a falta de investimentos na rede de instalação elétrica da universidade impede a ativação dos aparelhos.

Absurdo I

Mais ainda: na Uenf, à noite, banheiros sem luz colocam em risco a segurança dos usuários. A situação do campus da Uenf é vergonhosa para o governo estadual. Parte de materiais, como tinta e papel, tem sido providenciada por verbas oriundas de financiamentos de projetos de pesquisa dos professores. Um absurdo.

Absurdo II

O progressivo processo de terceirização de serviços na universidade afeta até mesmo o quadro de professores, que deveriam ingressar na universidade pelos próprios méritos, nunca através destes expedientes, que colocam em xeque o mérito e a capacidade do docente, comprometendo a qualidade do ensino na Uenf.

Entre as melhores

Os professores da Uenf sofrem seguidas perdas em seus salários, que hoje chegam a 82% de reposição. Tal situação impõe a migração de mestres e doutores para outras instituições de ensino superior, provocando uma queda brutal na qualidade do ensino da universidade, que está hoje entre as 16 melhores do País.

Postagens mais visitadas deste blog

Diretoria da ADUENF envia carta a Sérgio Cabral defendendo a manutenção do modelo de Darcy Ribeiro

Nota de Repúdio contra o abuso de autoridade no arrombamento do DACOM da UFF Campos

Incêndio no Museu Nacional: ADUENF divulga nota de solidariedade à UFRJ